Abscesso Dentário

06 nov 2020
Abscesso DentárioO que é um Abscesso Dentário?

Um abscesso dentário é um acúmulo de pus que pode se formar dentro dos dentes, na gengiva ou no osso da mandíbula. É causado por uma infecção bacteriana: um abscesso na extremidade de um dente é denominado abscesso periapical, já na gengiva é denominado abscesso periodontal. Os abscessos dentários costumam ser dolorosos, mas nem sempre – em qualquer caso, eles devem ser examinados por um dentista imediatamente.

Como essa inflamação não desaparece por conta própria é muito importante buscar ajuda o mais rápido possível, já que quando não tratada, pode se espalhar para outras partes do corpo e fazer você adoecer. Os sintomas de um abcesso em seu dente ou gengiva podem incluir:

  • Dor latejante intensa no dente ou na gengiva afetada, que pode surgir repentinamente e piorar gradualmente.
  • Dor que se espalha para o ouvido, mandíbula e pescoço, no mesmo lado do dente ou gengiva afetada.
  • Dor que é pior quando deitado, o que pode perturbar seu sono.
  • Vermelhidão e inchaço no rosto.
  • Dente sensível, descolorido ou solto.
  • Gengivas vermelhas e inchadas.
  • Sensibilidade a comida e bebida quente ou fria.
  • Mau hálito ou um gosto desagradável na boca.
  • Se a infecção se espalhar, você também pode ter febre alta e mal-estar geral.
  • Em casos graves, pode ser difícil abrir totalmente a boca e ter dificuldade para engolir ou respirar.

As recomendações ao se deparar com esses sintomas é consultar urgentemente um endodontista. Mas em caso de dores extremas, até que você consiga consultar alguns analgésicos podem ajudar a controlar sua dor. O ibuprofeno é o analgésico preferido para abscessos dentários, mas se você não puder tomá-lo por motivos médicos, pode tomar paracetamol. Lembre-se: evite medicar menores de 16 anos sem recomendação médica. Se um analgésico não aliviar a dor, consulte a bula do medicamento para encontrar a dose ideal para sua idade.

Além de medicamentos, também pode ajudar:

  • Evitar comida e bebida quente ou fria.
  • Tentar comer alimentos mornos e macios, se possível, usando o lado da boca que não está dolorido.
  • Use uma escova de dentes macia e temporariamente evite passar fio dental ao redor do dente afetado.

Essas medidas podem ajudar a aliviar temporariamente seus sintomas, mas você não deve usá-las para atrasar a obtenção de ajuda de um dentista. Os abcessos dentais são tratados removendo a fonte da infecção e drenando o pus. Dependendo da localização do abscesso e da gravidade da infecção, os possíveis tratamentos são:

  • Tratamento de canal – esse procedimento é feito para remover o abcesso da raiz de um dente afetado antes de desinfectar, limpar e selar novamente.
  • Remoção do dente afetado (extração) – isso pode ser necessário se o tratamento de canal não for possível.

Incisão e drenagem – onde um pequeno corte (incisão) é feito na gengiva para drenar o abscesso (geralmente é apenas uma solução temporária e pode ser necessário tratamento adicional)

Anestésico local geralmente é usado para anestesiar a boca durante esses procedimentos. Operações mais extensas podem ser realizadas sob anestesia geral, onde você está dormindo. Os antibióticos não são prescritos rotineiramente para abscessos dentários, mas podem ser usados ​​se a infecção se espalhar ou for particularmente grave.

Os abscessos normalmente são causados porque a boca é um local cheio de bactérias, que formam uma película pegajosa nos dentes chamada placa. Se você não mantiver os dentes limpos, os ácidos produzidos pelas bactérias da placa podem danificar os dentes e as gengivas, causando cáries ou doenças gengivais.

As seguintes práticas podem aumentar suas chances de desenvolver um abscesso dentário:

  • Higiene oral deficiente – a placa bacteriana pode se acumular em seus dentes se você não usar fio dental e escovar os dentes regularmente.
  • Consumir muitos alimentos e bebidas açucarados ou ricos em amido – isso pode estimular o crescimento de bactérias na placa e pode levar à cárie que pode resultar em um abcesso.
  • Uma lesão ou cirurgia anterior nos dentes ou gengivas – as bactérias podem entrar em qualquer parte danificada dos dentes ou gengivas.
  • Ter um sistema imunológico enfraquecido – isso inclui pessoas com certas condições de saúde subjacentes, como diabetes, e aqueles em tratamento, incluindo alguns tipos de medicação ou quimioterapia.

A prevenção é possível – você pode reduzir o risco de desenvolver abscessos dentais mantendo os dentes e as gengivas o mais saudáveis ​​possível. Para fazer isso, você deve usar o fio dental ou uma escova interdental pelo menos uma vez por dia para limpar entre os dentes e sob a linha da gengiva, escovar os dentes com creme dental com flúor pelo menos duas vezes ao dia – gastando pelo menos 2 minutos em cada escovação. Também é interessante reduzir o consumo de alimentos e bebidas açucaradas e ricas em amido – principalmente entre as refeições ou pouco antes de ir dormir.

Visite seu dentista regularmente! Seu dentista pode sugerir com que frequência você deve fazer um check-up, com base em sua saúde bucal. Se persistirem os sintomas listados acima, não adie sua consulta.

Entre em contato com a nossa clínica! Telefone: (73) 3668-2394. Endereço: Praça de Independência, 80 – Centro, Trancoso – BA.

Facebook   Instagram   Contato